Instituição financeira é condenada a indenizar cliente cujo nome foi inscrito indevidamente em cadastros de inadimplentes

Aposentado que continua trabalhando tem direito a multa do FGTS quando despedido
10 de dezembro de 2012
Vigilante ferido em serviço vai receber indenização de R$ 50 mil
12 de dezembro de 2012
Exibir tudo

O Banco BMG S.A. foi condenado a pagar R$ 10.000,00, a título de indenização por dano moral, a um cliente cujo nome foi inscrito indevidamente em cadastros restritivos de crédito. Consta nos autos que, mesmo após a quitação integral do valor do empréstimo consignado, a referida instituição financeira efetuou a mencionada inscrição.

Essa decisão da 14.ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Paraná reformou parcialmente (apenas para aumentar o valor da indenização) a sentença do Juízo da 5.ª Vara Cível do Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba.

Apelação Cível n.º 948225-9

Fonte: Tribunal de Justiça do Paraná

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *